Veja como era um gol do Inter pelo SBT nos anos 90!

inter1996

O SBT nunca encarou o esporte como prioridade na programação. No entanto, nos anos 90, os torcedores assistiam às partidas da Copa do Brasil no canal de Silvio Santos.

Há alguns anos, a emissora denominava-se a TV mais feliz do Brasil. A prova disso é que as transmissões de futebol, por exemplo, eram, de fato, bastante animadas naquela época.

Como colorado que sou, separei um gol de 1996. O Inter venceu o Flamengo por 3 a 2. Ficamos de fora pelo 3 a 1 no jogo de volta no Maracanã.

O melhor desse gol:

a) a arrancada do Paulo Isidoro;
b) a bucha do Moacir;
c) a coreia enlouquecida;
d) Copa do Brasil no SBT com Silvio Luiz e a vinhetinha de gol;
e) todas as anteriores.

Leandro Machado fez os outros dois gols do Inter. Os técnicos eram Nelsinho Baptista contra Joel Santana.



O galo do tempo acertava todas!

galodotempo

Não havia Climatempo e o Cléo Kuhn ainda estava começando. Pouco importava. Quem acertava mesmo a previsão do tempo era o galo lá da casa da vó Ninha. O bichinho ficava na estante e mudava de cor de acordo com a meteorologia.

O corpo era revestido por cloreto de cobalto, um sal que reagia com moléculas de água do ar. Por isso, o galo ficava azul quando o tempo era seco e rosa em dias úmidos.

Algumas vezes, senti vontade de arremessá-lo pela janela por ter ficado rosa na véspera das aulas de educação física e dos torneios de futebol do colégio.



Sentia medo do Jesus do SBT

jesusdosbt

Poucas coisas me davam medo. Cachorros brabos, o mar de Tramandaí com bandeira preta e, claro, o Jesus do SBT. Era um susto por domingo.

Tratava-se da vinheta que rodava no fim do programa Porta da Esperança. Em contra-luz, parava um ator barbudo e a voz grave do locutor interrogava:

“Você tem certeza que fez tudo o que podia pelo seu semelhante? Pense bem, pois, um dia, vamos nos encontrar!”

Eu disfarçava fechando os olhos, mas pouco adiantava. Desenvolvi a tática de sentir fome e ir buscar algo para comer na cozinha no momento em que notava que Silvio Santos encerraria a atração.

Até que um dia, num momento de distração, não consegui realizar a fuga em tempo. Assisti e comecei a chorar copiosamente. O pavor era ainda maior quando o messias piscava os olhos. Ou seja, estava vivo.

Saí correndo: “Mãe, Jesus vem me pegar”.

Relembre!



Os copos dos Trapalhões

copos_trapalhoes

Pouco interessava se era Pop Laranja, Mirinda, Soda Limonada, Grapette ou a própria Pepsi. O importante era beber nos copos dos Trapalhões.

Bastava juntar quatro tampinhas de Pepsi litro ou oito tampinhas das garrafas médias e mais 10 cruzados. Tive o do Zacarias.

Muita gente guarda como relíquia. E acredite se quiser: há vários destes copos à venda no Mercado Livre. O preço varia de 15 a 160 reais.


 « 1 10 11 12 13